Petrobras eleva preço do QAV no mês de novembro

A Petrobras reajustou os preços do querosene de aviação (QAV) a partir do dia 1 de novembro. As altas variam de acordo com o local da venda. Há casos com alta de 7,2% e 8,5% em relação ao mês anterior.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), no último dia 1º de novembro, a Petrobras anunciou reajuste de 7,27% no preço médio do QAV nas refinarias. De acordo com a Abear, a alta no QAV chega a 58,8% de janeiro a novembro.

Na estação de Belém, por exemplo, o preço, sem tributos, passou de R$ 5,023 para R$ 5,387 a cada metro cúbico. No caso de Fortaleza, o valor subiu de R$ 4,970 para R$ 5,334. Em Guarulhos, em São Paulo, o metro cúbico foi de R$ 5,062 para R$ 5,430, segundo dados disponibilizados no site da estatal.