Petrobras quer retomar venda de ativos o mais rápido possível após decisão do TCU, diz CEO

BRASÍLIA (Reuters) - A Petrobras pretende retomar seus planos de vendas de ativos o mais rápido possível após o Tribunal de Contas da União liberar os processos, com algumas recomendações, disse o presidente da companhia, Pedro Parente, nesta segunda-feira.

A venda da BR Distribuidora, subsidiária de combustíveis da estatal, terá que começar do zero devido às regras impostas pelo TCU, disse Parente a repórteres, após sair de uma reunião no Ministério de Minas e Energia, em Brasília.

A retomada da venda da BR Distribuidora dependerá primeiro de aprovação do Conselho de Administração da Petrobras. Posteriormente um aviso será enviado às empresas interessadas, acrescentou o executivo.

(Por Cesar Raizer)