Petrobras readmite Compass em desinvestimento da Gaspetro após aval do Cade

·1 minuto de leitura
Edifício-sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (RJ)

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras decidiu readmitir a Compass Gás e Energia, subsidiária da Cosan, no processo de desinvestimento da Gaspetro, após receber aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para o movimento, informou a estatal nesta quarta-feira.

Segundo comunicado, o órgão antitruste enviou um documento à petroleira no qual atesta que a continuidade da Compass no processo não caracteriza descumprimento do Termo de Compromisso de Cessação (TCC) assinado entre a Petrobras e o Cade para desinvestimentos em ativos de gás

"Dessa maneira, a companhia decidiu readmitir a Compass no processo de desinvestimento, sempre prezando pela sua competitividade, isonomia e impessoalidade", disse a estatal.

A Petrobras havia anunciado a desqualificação da subsidiária da Cosan da disputa no final de novembro, citando o não cumprimento de exigências do TCC.

A petroleira está promovendo a venda de sua participação de 51% na Gaspetro, uma holding com participação em diversas distribuidoras de gás. A fatia remanescente no ativo, de 49%, pertence à japonesa Mitsui.

"Caso seja assinado o contrato de compra e venda de ações, a operação estará sujeita à apreciação do Cade, no momento da análise do Ato de Concentração, quanto aos possíveis impactos à defesa da concorrência", acrescentou a Petrobras, destacando que o processo está em fase vinculante.

(Por Gabriel Araujo)