Petrobras reduzirá preço do gás natural em 11,1% a partir de fevereiro

Logo da Petrobras na sede da empresa

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta terça-feira que os preços de venda de gás natural a distribuidoras terão redução de 11,1%, em média, a partir de 1º de fevereiro, em relação aos preços praticados no trimestre novembro-dezembro-janeiro.

Os contratos da estatal com as distribuidoras preveem atualizações trimestrais e vinculam a variação do preço do gás às oscilações do petróleo Brent e da taxa de câmbio.

Segundo a Petrobras, o petróleo teve queda de 11,9%, e o câmbio teve depreciação de 0,2%. Houve ainda, conforme previsto nos contratos celebrados no final de 2021 e com vigência de 2022 a 2025, redução na fórmula de precificação que passou de 16,75% para 14,40% do Brent.

Adriano Pires, consultor e sócio-fundador do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (CBIE), observa que os preços do gás têm caído na Europa e no Estados Unidos, diante de um inverno menos rigoroso.

"O medo de um inverno forte na Europa passou. Isso acaba influenciando os preços do petróleo e do gás e acaba sendo incorporado na formula da Petrobras", disse à Reuters.

Ainda segundo Pires, as distribuidoras de gás repassam automaticamente essas variações de preços aos consumidores, uma vez que sua remuneração está vinculada a uma margem fixada pela agência reguladora.

(Por Letícia Fucuchima em São Paulo e Rodrigo Viga Gaier no Rio de Janeiro)