PF apreende carros de luxo em investigação sobre bando que usa embarcações para tráfico internacional de drogas

·1 minuto de leitura

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira, a operação Tamoios, que visa a desarticular uma quadrilha que usa embarcações para transportar cloridrato de cocaína, que chegavam até o Porto de Rotterdam, na Holanda. Oito suspeitos foram presos no Rio e outros dois no Espírito Santo. Durante a investigação, que durou cerca de dois anos, os agentes apreenderam 14 carros de luxo. Foram localizados ainda seis imóveis de alto padrão no Rio e em Mangaratiba, na Região Metropolitana do estado, e em Guarapari, no ES, 200 quilos de cloridrato de cocaína e R$ 827 mil.

De acordo com a investigação, a organização criminosa usa uma logística portuária que conta com pequenas embarcações pesqueiras e mergulhadores profissionais. Os suspeitos fingiam praticar pesca artesanal e, assim, faziam mergulhos de forma organizada para transportar de grandes carregamentos para a Holanda.

A maioria dos integrantes da organização criminosa, que operava em conjunto com organizações transnacionais, são do Rio de Janeiro e transportavam a droga até Espírito Santo. De lá, a cocaína era embarcada para a Europa.

Aproximadamente 60 policiais federais foram mobilizaos nesta terça para cumprir12 mandados de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos