PF cumpre mandado de prisão contra Ronnie Lessa e indicia filha por contrabando de armas

A Polícia Federal foi à Penitenciária Federal de Campo Grande, no mato Grosso do Sul, cumprir mandado de prisão conta o sargento reformado da Polícia Militar, Ronnie Lessa. Réu no homicídio contra Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, que já estava na unidade de segurança máxima, agora responde por contrabando internacional de componentes de armas de fogo, principalmente fuzis. Ele é acusado de ter enviado pelo menos 10 remessas contendo diversas peças de arma de fogo da Flórida, nos Estados Unidos, para o Rio de Janeiro. A filha dele, Mohana Lessa, foi indiciada pelo mesmo crime, suspeita de mandar o material para ele quando vivia no continente americano.

Diálogos por aplicativo: Mensagens entre Ronnie Lessa e filha são de afeto, mas o assunto tratado é compra de armas

Operação Calígula: MP mira Ronnie Lessa e Rogério de Andrade em operação contra casas de apostas

Segundo a Polícia Federal, as peças eram usadas para montagem de armas e posterior abastecimento da criminalidade do Rio, em especial de integrantes de grupo de extermínio. A investigação aponta que as referidas remessas foram realizadas em um período de 20 meses, entre 2017 e 2018, sendo que, pelo menos três delas contaram com o auxílio da filha do sargento reformado. Além dos EUA, a investigação demonstrou que o denunciado importava ilegalmente peças da Nova Zelândia e da Ásia.

Nas mensagens extraídas dos celulares de Lessa, os investigadores encontraram os pedidos diretamente para a filha. Ele explica, de maneira metódica, como separar o material que ele comprava pela internet de casa, na Barra da Tijuca, no Rio, e mandava entregar na casa dela, nos Estados Unidos. A jovem, que contava na época com 22 anos, trabalhava como treinadora de futebol em Atlanta, onde morava. Segundo a polícia, o PM instruía a jovem a colocar as peças de arma de fogo em embalagens menores, retirando-as dos pacotes originais, para não chamar atenção quando passassem pelo setor alfandegário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos