PF deflagra operação contra pornografia infantil no Rio de Janeiro


Rio de Janeiro

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira (4), uma operação de combate à pornografia infantil no Rio de Janeiro. Batizada de Arcanjo IV, a ação visou reprimir o compartilhamento e a posse de mídias com conteúdo de abuso sexual infantil e resultou na prisão em flagrante de um homem pelo crime de armazenamento de arquivos com pornografia infantil.

Os exames iniciais apontaram que o suspeito mantinha armazenados em seus dispositivos eletrônicos farto conteúdo de abuso sexual infantil. Por este motivo ele foi preso em flagrante pelo crime de armazenamento de pornografia infantil, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O inquérito policial foi instaurado a partir de investigações realizadas pelo Núcleo de Repressão ao Abuso Sexual Infantojuvenil, que identificou a prática de crimes tipificados no ECA por parte do homem preso.

Se condenado, o homem pode pegar até 10 anos de prisão. O nome da operação se inspirou em São Gabriel Arcanjo, considerado por diversas religiões como o anjo protetor das crianças.