PRF desarticula grupo criminoso que desviou recursos de município piauiense

Da Agência Brasil
PF combate fraude na importação de equipamentos médicos

Integrantes de uma organização criminosa que desviava recursos públicos e fraudava licitações no município de Cocal, no Piauí, estão sendo presos hoje (7) durante a Operação Escamoteamento, da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os policiais estão cumprindo 13 mandados de prisão preventiva, 45 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para depor na delegacia e depois liberada, e 33 de busca e apreensão. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a operação teve como base fiscalização do Ministério da Transparência que apurou a existência de empresas “fantasmas” contratadas de forma fraudulenta, entre 2013 e 2015, no município de Cocal.

As fraudes, segundo nota do ministério, “contavam com a participação de servidores do município e de representantes das empresas, que atuavam de forma conjunta e articulada”. O prejuízo estimado é R$ 18 milhões. 

O nome da operação faz referência à tentativa dos envolvidos de esconder a atuação da organização criminosa instalada na região. Para isso, valiam-se de empresas sem capacidade operacional, algumas inclusive sem sede física, para dar aparência de legalidade às contratações feitas.

 

*A matéria foi alterada às 11h50 para correção de informação. A Operação Escamoteamento foi deflagrada pela Polícia Rodoviária Federal