'Há grandes chances' de que corpos encontrados sejam de Dom e Bruno, diz PF

Experts from the Federal Police from the Task Force arrive at the port of Atalaia do Norte, a municipality in the state of Amazonas, Brazil, on June 14, 2022, after serving search and seizure warrants in the community of São Rafael, along the Itaquai river, related to the case of missing veteran correspondent Dom Phillips and respected indigenous specialist Bruno Pereira. - Police in Brazil said Tuesday they had arrested a second suspect in the disappearance earlier this month of British journalist Dom Phillips and Brazilian indigenous specialist Bruno Pereira, who vanished deep in the Amazon ten days ago. (Photo by Joao LAET / AFP) (Photo by JOAO LAET/AFP via Getty Images)
Experts from the Federal Police from the Task Force arrive at the port of Atalaia do Norte, a municipality in the state of Amazonas, Brazil, on June 14, 2022, after serving search and seizure warrants in the community of São Rafael, along the Itaquai river, related to the case of missing veteran correspondent Dom Phillips and respected indigenous specialist Bruno Pereira. - Police in Brazil said Tuesday they had arrested a second suspect in the disappearance earlier this month of British journalist Dom Phillips and Brazilian indigenous specialist Bruno Pereira, who vanished deep in the Amazon ten days ago. (Photo by Joao LAET / AFP) (Photo by JOAO LAET/AFP via Getty Images)

A PF (Polícia Federal) afirmou que "há grandes chances" de que os restos e partes de corpos humanos encontrados enterrados nesta quarta-feira (15) sejam do indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o dia 5 de junho.

O local onde os restos humanos foram encontrados ficava 3,1 quilômestros mata adentro a partir da margem do Rio Itaquaí, próximo do município de Atalaia do Norte, no oeste do estado do Amazona. O barco onde navegavam Dom e Bruno também foi achado afundado e será recuperado na quinta-feira (16).

"100% de certeza (de que os corpos encontrados são de Dom e Bruno) somente a perícia vai poder dizer. Mas há grandes chances de que sejam", informou o superintendente regional da PF no Amazonas, Eduardo Alexandre Fontes, em coletiva de imprensa.

A informação de que "remanescentes humanos" teriam sido encontrados na área das buscas foi passada primeiramente pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, em sua conta no Twitter.

"A partir de agora passamos à fase da identificação dos remanescentes humanos. Eles serão encaminhados amanhã para Instituto de Criminalística em Brasília (DF), onde será feita dentificação utilizando técnicas internacionais. Sendo comprovado que são de Dom e Bruno, iremos restituir o mais breve e humanamente possível às famílias", completou Alexandre Fontes.

SUSPEITO CONFESSOU CRIME DURANTE A MADRUGADA

A região onde estavam os corpos foi indicada por um dos detidos, que confessou o crime na madrugada de quarta, segundo o superintendente. A reconstituição do crime, segundo Alexandre Frontes, foi feita no local onde os corpos foram achados.

Fontes da PF apontam que a confissão teria sido feita Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como "Pelado", preso desde o dia 7 de junho. Também está preso o irmão de Amarildo, identificado como Oseney da Costa Pereira, o "Dos Santos".

Novas prisões ainda devem acontecer "a qualquer momento", segundo a PF, que trabalha ainda com a hipótese da participação de uma terceira pessoa no crime.

Nesta quarta, a Justiça do Amazonas decretou a prisão temporária por 30 dias de Oseney. Ele, contudo, nega que tenha participado no crime.

"A perícia vai descobri a causa da morte e circunstância do crime. Ainda estamos na parte investigativa e novas prisões ainda devem ocorrer a qualquer momento. Temos indícios da participação de outra pessoa que ainda estamos investigando".

Desaparecimento de Dom e Bruno: tudo o que você precisa saber

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos