PF faz operação para apurar suspeita de esquema de corrupção no Tribunal de Justiça de Alagoas

·1 min de leitura

A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira 15 mandados de busca e apreensão para investigar um esquema de corrupção no Tribunal de Justiça de Alagoas, autorizados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O principal alvo da operação é o desembargador Celyrio Adamastor Tenorio Accioly, que foi vice-presidente do tribunal.

A suspeita da investigação é que agentes públicos e advogados intermediaram a tomada de decisões judiciais favoráveis para uma empresa do ramo de educação em troca do pagamento de gastos pessoais do magistrado.

Além do crime dos crimes de corrupção passiva e ativa, há suspeita do crime de advocacia administrativa.

Os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Alagoas, na sede do Tribunal de Justiça e em outros endereços. Também há mandados sendo cumpridos em Curitiba.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos