PF indicia Michel Temer e mais dez pessoas em relatório do inquérito dos portos

Michel Temer (PMDB). Foto: Cassiano Rosário/Futura Pressoes-

A Polícia Federal entregou nesta terça-feira seu relatório final sobre o inquérito dos Portos que investiga o presidente Michel Temer (MDB) ao STF. O ministro Luís Roberto Barroso —que é o relator do caso— despachou o documento para a Procuradoria Geral da República que tem até 15 dias para se pronunciar sobre o caso. Além do presidente, a PF indiciou também outras dez pessoas.

O inquérito dos Portos foi aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelo antigo procurador da República, Rodrigo Janot após delação de executivos do grupo J&F que, entre outras coisas, denunciou o pagamento de propina a agentes públicos. Entre os possíveis beneficiados estão Temer e o seu ex-assessor, Rodrigo Rocha Loures.  Desde de novembro de 2017, o delegado da PF, Cleyber Malta Lopes investiga se empresas do setor portuário pagaram propina em troca de um decreto presidencial. Temer nega que o decreto tivesse essa finalidade.

O decreto em questão ampliou de  25 para 35 anos o prazo de contratos de concessões de empresas portuárias, podendo chegar a até 70 anos. A defesa de Michel Temer se limitou a informar que ainda não teve acesso ao relatório da PF. Veja a lista dos indiciados:

  • 1. Michel Miguel Elias Temer Lulia
  • 2. Rodrigo Santos da Rocha Loures
  • 3. Antônio Celso Grecco
  • 4. Ricardo Conrado Mesquita
  • 5. Gonçalo Borges Torrealba
  • 6. João Baptista Lima Filho
  • 7. Maria Rita Fratezi
  • 8. Carlos Alberto Costa
  • 9. Carlos Alberto Costa Filho
  • 10. Almir Martins Ferreira