PF investiga grupo que tentou venda falsa de vacinas contra Covid ao Ministério da Saúde

·1 minuto de leitura
Viatura da Polícia Federal no Rio de Janeiro

BRASÍLIA (Reuters) - A Polícia Federal investiga um grupo que tentou vender falsamente ao Ministério da Saúde 200 milhões de doses de vacina contra a Covid-19, informou a PF em nota nesta quinta-feira.

De acordo com a nota, duas pessoas procuraram o ministério com credenciais falsas, apresentando-se como representantes de um grande consórcio farmacêutico e alegando terem exclusividade para venda de lote de vacinas.

A denúncia foi feita pelo próprio Ministério da Saúde.

O grupo também teria procurado outros gestores públicos com a mesma oferta.

Em operação deflagrada nesta quinta-feira a PF cumpre sete mandados de busca e apreensão nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo como parte da apuração sobre o caso.

(Por Lisandra Paraguassu)