PF: jovem brasileiro morreu após ser abandonado por "coiote" ao tentar entrar nos EUA

Jovem brasileiro morreu ao tentar cruzar a fronteira dos EUA - Foto: Getty Images
Jovem brasileiro morreu ao tentar cruzar a fronteira dos EUA - Foto: Getty Images
  • Jovem brasileiro morreu no ano passado, quando tentava cruzar a fronteira dos EUA ilegalmente

  • Ayron Gonçalves tinha 21 anos quando sentiu-se mal durante a travessia

  • O rapaz foi abandonado pelo homem responsável por liderar o grupo

Morto ao tentar entrar ilegalmente nos Estados Unidos, o jovem brasileiro Ayron Henrickson Fernandes Gonçalves foi abandonado pelo "coiote" que deveria auxiliá-lo na travessia.

De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, a investigação da Polícia Federal concluiu que o rapaz de 21 anos passou mal quando tentava cruzar de forma irregular a fronteira do México com os EUA.

Sem condições de seguir a travessia, Ayron foi deixado para trás pelo homem responsável por liderar a travessia - e que cobra quantias milionárias das famílias para isso.

Abandonado, o brasileiro foi encontrado sem vida no dia 19 de abril do ano passado, seis dia depois da tentativa malsucedida de cruzar a fronteira.

A investigação concluiu que o rapaz morreu ainda em território mexicano, vítima de insuficiência respiratória aguda, causada por um edema pulmonar.

Família foi informada por mexicanos

A família de Ayron, porém, só teve a confirmação da morte cinco meses depois, ao ser informada pelo pai de um rapaz mexicano que completou a travessia na qual o brasileiro estava.

Uma outra mexicana procurou a família da vítima para informar que o corpo estava em uma unidade de serviço médico forense mexicano.

Ambos os contatos foram feitos em setembro, após uma campanha iniciada por familiares de Ayron nas redes sociais para tentar encontrá-lo. A família chegou a contratar uma advogada com esta finalidade.