PF prende investigado por ataques ao site do STF

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira um homem envolvido na invasão cibernética ao site do Supremo Tribunal Federal (STF), informou a PF em comunicado, citando que a detenção é decorrência da segunda fase da operação Leet, deflagrada no último dia 11.

A prisão em caráter preventivo foi cumprida em Fortaleza.

Segundo a PF, a análise do material que tinha sido apreendido anteriormente identificou a participação do investigado nos ataques assim como demonstrou que ele tinha por hábito praticar outros crimes cibernéticos contra instituições públicas e privadas.

O investigado vai responder pelos crimes de invasão de dispositivo de informática e associação criminosa, ambos do Código Penal.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos