PF prende mais 5 em investigação dos assassinatos de Dom Philips e Bruno Pereira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - A Polícia Federal no Amazonas divulgou que realizou neste sábado operação para desarticular associação criminosa voltada à prática de pesca ilegal no Vale do Javari, em ação relacionada à investigação dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips.

Mais cinco pessoas foram presas preventivamente, segundo a Procuradoria Geral da República, após solicitação do Ministério Público Federal, para apurar a participação dos investigados em organização criminosa que financia e pratica a pesca ilegal na região, inclusive em terra indígena e em período de defeso.

Dois dos sete mandados de prisão preventiva foram em desfavor de suspeitos que já se encontram presos - Ruben Dario da Silva Villar, conhecido como 'Colômbia', e Amarildo Costa de Oliveira, conhecido como 'Pelado'. Também foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão.

A PF disse que identificou fortes indícios de que 'Colômbia' seria líder e financiador de uma associação criminosa armada dedicada à prática da pesca ilegal na região do Vale do Javari, responsável por comercializar grande quantidade de pescado que era exportado para países vizinhos.

Entre os presos também estão três familiares de Amarildo envolvidos com a ocultação dos corpos de Bruno e Dom. A operação policial ocorreu na região compreendida pelos municípios de Atalaia do Norte e Benjamin Constant.

Dom e Bruno desapareceram no Vale do Javari no início de junho. Depois de 24 horas sem dar notícias, as famílias de ambos fizeram o alerta pelas redes sociais e acionaram a polícia. Os corpos foram encontrados cerca de 10 dias depois.

O jornalista teria sido morto por estar junto com Bruno --ele estava no Javari fazendo pesquisas para um livro que escrevia-- para que não pudesse identificar os assassinos.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos