Forças governamentais iemenitas conquistam aeroporto de Al Hudaydah

Sana, 19 jun (EFE).- As forças governamentais iemenitas, com o apoio da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita, conquistaram nesta terça-feira o aeroporto internacional de Al Hudaydah, uma cidade estratégica controlada pelos rebeldes houthis no litoral do mar Vermelho.

Os insurgentes houthis fugiram do aeroporto e recuaram para o centro da cidade, disse o general de brigada Abuzaraa al Mahrabi, comandante do exército iemenita na frente ocidental, citado pela agência oficial "Saba".

O comandante acusou os rebeldes de pretender "usar os habitantes como escudos humanos", e afirmou que franco-atiradores foram posicionados nos terraços dos hotéis e edifícios altos nos bairros adjacentes ao aeroporto.

A ofensiva contra o aeroporto durou poucas horas, na segunda tentativa das forças governamentais iemenitas de tomar o controle do complexo, que inclui um terminal de passageiros, um aeroporto militar e quartéis.

No último sábado, as tropas do governo tomaram o controle do aeroporto, mas o deixaram horas depois devido a uma contra-ofensiva dos houthis.

A ofensiva contra a cidade portuária começou há uma semana, apesar dos esforços da ONU para evitar que os combates cheguem à localidade, onde vivem 600 mil civis.

Al Hudaydah é a segunda maior cidade dominada pelos houthis e é de extrema importância para eles porque através do seu porto entra cerca de 70% das importações de comida, provisões básicas e militares destinadas às áreas rebeldes.

Os rebeldes xiitas, que contam com o apoio do Irã, conquistaram no final de 2014 amplas áreas do norte e do oeste do Iêmen, e então expulsaram o governo do presidente Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi da capital.

A batalha da Al Hudeydah já é considerada o maior do conflito desde o início da intervenção militar árabe, em março de 2015, pelo número de tropas desdobradas por ambos os lados. EFE