PF toma depoimento de ex-assessor de Trump e de empresário amigo de Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Federal está tomando depoimento na manhã desta terça-feira (7) do empresário Jason Miller, ex-braço direito de Donald Trump e fundador da rede social de direita Gettr.

A ação ocorreu enquanto o presidente Jair Bolsonaro fazia discurso golpista diante de milhares de apoiadores em Brasília. Ele ameaçou o Supremo Tribunal Federal e o seu presidente, ministro Luiz Fux.

Miller, que foi assessor de comunicação do ex-presidente norte-americano, esteve em Brasília no fim de semana para participar da conferência conservadora Cpac, organizada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Ele foi recebido no Palácio do Planalto pelo presidente Jair Bolsonaro no domingo (5).

Também está sendo ouvido Gerald Brant, amigo da família Bolsonaro e também do estrategista político norte-americano Steve Bannon. Ele é brasileiro, mora nos Estados Unidos e atua no mercado financeiro

Miller e Brant estão sendo ouvidos no âmbito do inquérito das milícias digitais, que sucedeu o dos atos antidemocráticos e investiga possível atuação organizada para atentar contra as instituições democráticas.

Diversos apoiadores de Jair Bolsonaro estão na mira da investigação, no âmbito da qual foi preso o presidente do PTB, Roberto Jefferson.

A PF tinha Miller e Brant no radar, como mostrou o Painel, por entender que as redes de desinformação bolsonaristas atuam no mesmo modelo estabelecido por trumpistas nos Estados Unidos ao tentar desacreditar as urnas eletrônicas.

A concepção mais recente dessa estratégia de comunicação é atribuída a Bannon, guru da campanha de Trump. Ele foi conselheiro da consultoria Cambridge Analityca, envolvida no escândalo do uso de dados de usuários do Facebook na campanha eleitoral, e comandava o site Breitbart News, conhecido por disseminar desinformação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos