PF vai investigar megavazamento de dados pessoais de milhões de brasileiros

Aguirre Talento
·1 minuto de leitura
José Cruz / Agência Brasil

BRASÍLIA - A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o megavazamento de dados pessoais de aproximadamente 223 milhões de brasileiros, que passaram a circular na internet entre grupos de hackers. O objetivo da investigação é descobrir detalhes de como ocorreu o vazamento e também sobre a venda indevida do acesso a esses dados. O inquérito foi aberto com base na Lei Geral de Proteção de Dados.

Além dessa investigação mais abrangente, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes também determinou que a PF investigue o vazamento específico de dados pessoais dos ministros da corte, dentro do inquérito das fake news.

Em seu despacho, Moraes determinou que a PF localize os criadores de páginas usadas para vazar os dados e adote medidas para bloquear essas publicações.

As investigações correrão sob sigilo.