Pfizer diz que pode entregar vacinas de Covid-19 para crianças a partir de janeiro

·1 min de leitura

BRASÍLIA - A Pfizer anunciou nesta sexta-feira que poderá entregar as vacinas de Covid-19 indicadas para crianças de cinco a 11 anos a partir de janeiro de 2022. Por outro lado, não especificou uma data, nem quantas doses tem condições de entregar já no próximo mês.

"A Pfizer está atuando junto ao governo para definir as etapas do fornecimento das vacinas contra a Covid-19 para imunização da faixa etária de 5 a 11 anos, com estimativa de entregas a partir de janeiro de 2022", informou a Pfizer.

Segundo o Ministério da Saúde, já há contrato firmados com a Pfizer que preveem a possibilidade de fornecimento de vacinas para essa faixa etária, caso seja necessário. Para isso, porém, é preciso que a pasta faça esse pedido à empresa.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Saúde deu início a uma consulta pública para ouvir a população sobre a vacinação de crianças contra a Covid-19. A intenção da pasta é recomendar a vacina para quem tem entre 5 e 11, mas sem torná-la obrigatória e condicionando-a à apresentação de receita médica e de um termo de consentimento assinado pelos pais.

A proposta do Ministério da Saúde é criticada por gestores e especialistas. A ideia da pasta é esperar o fim da consulta e de uma audiência pública, em janeiro, para então definir exatamente como será a vacinação. A realização tanto da consulta como da audiência foi vista como uma forma de adiar o começo da imunização, num agrado ao presidente Jair Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos