Pfizer não tomou decisão sobre pedido de uso emergencial, diz Anvisa após reunião

·1 minuto de leitura
.

SÃO PAULO (Reuters) - A farmacêutica norte-americana Pfizer não tomou uma decisão sobre pedir o uso emergencial no Brasil de sua vacina contra Covid-19, disse em nota nesta terça-feira a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) após encontro com representantes da companhia.

"Durante o encontro representantes da Anvisa esclareceram dúvidas e orientaram os representantes da empresa sobre o pedido de uso emergencial para a vacina contra Covid-19 no Brasil. O encontro virtual encerrou sem que a decisão pelo pedido de uso emergencial tenha sido tomada", disse a Anvisa no comunicado.

A Pfizer, cuja vacina desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech já está sendo aplicada em países como Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, mantém negociações com o Ministério da Saúde para potencial fornecimento de sua vacina ao governo brasileiro.

(Por Eduardo Simões)