PGR denúncia Ciro Nogueira por receber R$ 7,3 milhões da Odebrecht

Daniel Gullino

BRASÍLIA — A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou nesta segunda-feira uma denúncia contra o senador Ciro Nogueira (PP-PI) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ciro Nogueira é acusado de receber R$ 7,3 milhões da Odebrecht em vantagens indevidas.

A denúncia foi baseada na delação premiada de executivos da Odebrecht e ocorre no âmbito da Operação Lava-Jato. Outras seis pessoas foram denunciadas, inclusive o empresário Marcelo Odebrecht.Em nota, o advogado do senador, Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, afirmou que a denúncia é baseada apenas nas delações premiadas e ressaltou que o Supremo Tribunal Federal (STF) não permite a abertura de uma ação penal nessa condição. "A defesa do Senador Ciro Nogueira estranha a apresentação desta denúncia, pois a base do inquérito é unicamente as delações premiadas da Odebrecht. Todas as delações deverão ser analisadas em momento oportuno pelo Supremo Tribunal Federal, que irá decidir sobre a validade ou não de algumas delações. Ademais, o próprio Supremo Tribunal não admite sequer abrir Ação Penal com base somente na palavra dos delatores", diz a defesa em nota.