PIB: Saiba o que é e como é calculado

PIB: Saiba o que é e como é calculado?
PIB: Saiba o que é e como é calculado?
  • O PIB é considerado um termômetro da economia de um país;

  • O medidor mostra quanto se produz, consome ou investe em um determinado território;

  • Quanto maior o PIB de um país, maior sua atividade econômica.

O PIB é considerado um termômetro da economia de um país, no entanto muitos brasileiros ainda têm dúvidas a respeito do indicador Através dele, é possível saber o quanto se produz, consome ou investe em um determinado território.

Quanto maior o PIB de um país, maior sua atividade econômica – e por sua vez, quanto maior a atividade econômica de um país, mais se consome, vende e investe nele. O mesmo vale para o contrário: quando um PIB é negativo, ele indica que a atividade econômica daquele país está se encolhendo

Em suma, o objetivo do indicador é medir a economia e o nível de riqueza de uma região. Através do PIB é possível monitorar o status da economia de um país.

Já o Produto Interno Bruto per capita (ou por pessoa) é uma divisão do PIB em valores (em reais ou dólares, por exemplo) pelo número de habitantes de um país ou estado. O objetivo desta versão do medidor é cobrir algumas lacunas ‘deixadas’ pelo PIB. Por exemplo, o PIB do Brasil é bem maior do que o da Suíça, mas isso acontece porque o território e a população nacionais são muito maiores em relação aos suíços. Então, a fim de ter uma leitura melhor sobre a região, o PIB per capita traz proporcionalidade para o produto interno bruto.

Quais são as vantagens de aumentar o PIB?

Com a expansão da economia de um país, diversos benefícios em cadeia são alcançados: Com uma maior renda per capita, maior o consumo, com isso há uma maior a possibilidade da abertura de novas empresas, o que por sua vez, resulta em uma oferta maior de produtos por um preço mais baixo.

Como é calculado o PIB?

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é quem calcula o PIB no Brasil. Além dos dados produzidos pelo instituto, outros calculados por fontes externas também são levados em consideração, como por exemplo: o Banco Central do Brasil, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Secretaria da Receita Federal.

O mesmo resultado pode ser calculado de três formas diferentes. Sob o viés da renda, é necessário somar todas as remunerações. Nesta conta entram salários, juros, alugueis e lucros distribuídos. É possível chegar ao número a partir da oferta também. Basta somar tudo que se produz durante o período de tempo analisado. Nessa conta, entram os resultados da agropecuária, da indústria e dos serviços.

Já para calcular através da Demanda, soma-se o que se gastou no país ao longo de um período, levando em consideração: o consumo das famílias, os gastos do governo e os investimentos das empresas e do governo e a balança comercial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos