Pijamismo (ou sleepwear): roupa de dormir virou mesmo roupa de sair

Hailey Bieber, Olivia Rodrigo e Camila Queiroz já aderiram ao Pijamismo ou Sleepwear (Foto: John Edmonds/Harper's Bazaar US, Getty Images e reprodução/Instagram/@camilaqueiroz)
Hailey Bieber, Olivia Rodrigo e Camila Queiroz já aderiram ao Pijamismo ou Sleepwear (Foto: John Edmonds/Harper's Bazaar US, Getty Images e reprodução/Instagram/@camilaqueiroz)

A gente pediu e famosas e fashionistas estão, definitivamente, normalizando sair de casa de pijama, camisola e afins. O movimento, que vem em uma crescente na moda de uns anos para cá, tem até nome(s): pijamismo, sleepwear.

Olivia Rodrigo (Foto: Getty Images)
Olivia Rodrigo (Foto: Getty Images)

Inicialmente, a tendência foi muito influenciada pelo estilo de Rihanna e outras personalidades que, seja em eventos ou para ir ao mercado, gostam de causar quando o assunto é moda e/ou nem sempre dispostas a investir em uma superprodução.

Rihanna (Foto: Koki Nagahama/Getty Images)
Rihanna (Foto: Koki Nagahama/Getty Images)

Agora, retomada pós-pandemia, o pijamismo ou sleepwear ganhou novo fôlego. Afinal, alguém aí já está 100% preparado para abrir mão do conforto e da praticidade que é passar o dia com roupas largas e levinhas?

Há, no entanto, alguns macetes para não parecer muito desencanado(a), digamos. São eles: dar preferência a tecidos mais nobres, sejam lisos ou estampados com animal print, poá, listras e florais sofisticados. Vale ainda equilibrar o look com peças mais formais ou calçados e acessórios “pesados”.