Piloto Matheus Barbosa morre em etapa do Superbike Brasil, em Interlagos

O Globo
·2 minuto de leitura
Divulgação/SuperBike Brasil
Divulgação/SuperBike Brasil

O piloto Matheus Barbosa, de 22 anos, morreu neste domingo durante uma prova de motovelocidade da SuperBike Brasil, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O motovelocista disputava a quinta etapa da categoria DBK Pro válida quando perdeu o controle do veículo, passou reto pela curva da Junção e se chocou de forma violenta com o muro do circuito.

Matheus chegou a ser socorrido ainda no local, mas não resistiu. Foi dada bandeira vermelha e a prova foi encerrada imediatamente. A SuperBike Brasil cancelou as outras atividades do dia e divulgou comunicado oficial lamentando o falecimento de seu competidor.

"Nesse momento a organização tem como prioridade dedicar total atenção e suporte à família do Matheus", divulgou.

Nascido em Anápolis, Goiás, Matheus Barbosa é descrito pela organização como um piloto experiente, com títulos como Campeonato Brasileiro do SuperSport no currículo.

Confira o comunicado oficial da SuperBike Brasil:

Com imensa tristeza o SuperBike Brasil comunica o falecimento do piloto Matheus Barbosa na prova da categoria SBK Pro válida pela 5ª Etapa do Campeonato 2020, realizada neste domingo (08/11) no Autódromo de Interlagos-SP.

O acidente ocorreu na curva da Junção, um trecho com áreas de escape e sem nenhum histórico de acidentes graves. Matheus foi atendido pela equipe médica mais próxima em menos de 60 segundos. Ainda assim, apesar de todos os esforços, infelizmente ele não resistiu aos ferimentos. As causas do acidente ainda são desconhecidas e estão sendo apuradas pelas autoridades competentes.

Em respeito ao nosso querido Matheus, e sobretudo a família, todas as atividades do dia foram imediatamente encerradas, as demais provas restantes canceladas e a corrida na qual o acidente ocorreu imediatamente interrompida em bandeira vermelha.

Matheus, natural de Anápolis-GO, era um piloto altamente experiente e com títulos em sua carreira, entre eles de Campeão Brasileiro da SuperSport. Possuía todas as credenciais necessárias como piloto e atendia todos os rígidos protocolos de segurança em vigor. Dentre os mais de 350 pilotos do Campeonato Matheus contava, entre outras características psicológicas, com o mais rápido índice de resposta e reflexo atestado pelos exames psicotécnicos anuais, semelhantes aos realizados na aviação comercial civil.

Cumprindo a legislação a Organização comunicou a Polícia, e todas as medidas relativas a perícia e demais providencias estão sendo tomadas.

A prova decorria dentro de todas as condições de segurança estabelecidas pelas autoridades competentes. Nesse momento a Organização tem como prioridade dedicar total atenção e suporte a família do Matheus.