Pilotos afastados por Covid levam México a cancelar dezenas de voos

·1 min de leitura
(5 jan) Fila para fazer teste de Covid, em estacionamento de shopping da capital mexicana (AFP/ALFREDO ESTRELLA) (ALFREDO ESTRELLA)

Mais de 60 voos de companhias aéreas mexicanas foram cancelados nas últimas 48 horas, depois que 87 pilotos testaram positivo para Covid-19, informaram fontes do setor nesta sexta-feira.

A Associação Sindical de Pilotos Aviadores do México (Aspa) indicou que 83 pilotos da Aeroméxico e de sua subsidiária Connect e quatro da Aeromar testaram positivo para Covid. Eles foram colocados em isolamento, enquanto dezenas de tripulantes foram retirados dos voos para serem testados.

Isso levou ao cancelamento de 22 voos ontem e 43 nesta sexta-feira, todos da Aeroméxico e Connect, segundo o aeroporto internacional da capital.

Após o cancelamento dos voos, a ação da Aeroméxico teve queda de 16,52%, o que se soma ao forte retrocesso de dezembro, em meio ao processo de reestruturação sob a lei de falências americana.

Os principais destinos afetados pelos cancelamentos foram Guadalajara (oeste), Cancún (leste) e Monterrey (norte), além de um voo que deveria partir de Seul, mas que foi cancelado devido a dois casos de Covid entre tripulantes, segundo a Aspa.

Outras atividades no México tiveram que ser adiadas ou canceladas devido a infecções pelo novo coronavírus, como jogos de futebol e sessões de uma comissão do Congresso mexicano.

O governo mexicano reconheceu o aumento no número de casos da doença, mas descartou novas medidas de confinamento, uma vez que o número de internações permanece estável.

O México soma 4 milhões de infectados e 299.933 mortos, de acordo com números oficiais.

sem/gm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos