Pink Floyd negocia venda de seu catálogo por meio bilhão de dólares

A banda Pink Floyd está negociando a venda de seu catálogo musical por US$ 500 milhões, segundo fontes a par das tratativas disseram à agência Bloomberg, no que seria uma das maiores operações deste tipo na história da música.

A venda incluiria as gravações e o catálogo de composições além do direito de merchandise sobre produtos com a marca Pink Floyd. Quatro empresas estariam interessadas, entre elas Warner, Sony Music e BMG. Sony e Warner já têm hoje os direitos de distribuição de algumas canções da banda.

Procurado, Patrick McKenna, que representa a banda nas negociações, não quis comentar.

Ícone do rock e famosa por clássicos como Money e Another Brick in the Wall, a banda britânica vendeu 75 mihões de discos nos Estados Unidos, o décimo maior número de todos os tempos, de acordo com a Recording Industry Association of America.

Seus discos como o Dark Side of the Moon e The Wall redefiniram o rock nos anos 1970.

Conseguir que todos os membros do Pink Floyd concordem com qualquer coisa tem sido um desafio por décadas. A banda foi formada em 1965 sob a direção do então vocalista Syd Barrett, que saiu três anos depois. O cantor e baixista Roger Waters deixou a banda em 1985 e mais tarde processou seus companheiros de banda pelo uso do nome.

Waters e o resto do grupo brigaram ao longo dos anos enquanto a banda, agora liderada pelo guitarrista e vocalista David Gilmour, continuou a lançar discos.

Esse é um dos principais motivos para escolheram McKenna, chefe da consultoria Ingenious Media, com sede no Reino Unido, para orientá-los no processo.

O mercado de venda de catálogos musicais está fortemente aquecido nos últimos meses. Este ano, Bob Dylan vendeu suas gravações para a Sony Music em um acordo estimado em

mais de US$ 150 milhões, e seu catálogo de composições para a Universal por entre US$ 200 milhões e US$ 300 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos