Pintura de Van Gogh que passou mais de 100 anos 'escondida' é leiloada por R$ 86 milhões

O Globo e Agências internacionais
·1 minuto de leitura

PARIS — Uma pintura de Vincent Van Gogh que passou mais de 100 anos atrás de portas fechadas foi leiloada por 13 milhões de euros (R$ 86,6 milhões na cotação atual) na quinta-feira. De acordo com a casa de leilões Sotheby's, o valor foi um recorde para obras do artista holandês na França.

A quadro que leva o nome de "Scène de rue à Montmartre" era estimado inicialmente em até oito milhões de euros. Pintada em 1887, a peça pertencia a uma família francesa desde então e só foi mostrada ao público pela primeira vez em fevereiro. Os especialistas conheciam o trabalho, mas era apenas catalogado como uma fotografia em preto e branco.

A pintura faz parte de uma de uma série de obras que Van Gogh criou enquanto se hospedava em Paris com seu irmão Theo entre os anos de 1886 e 1887. A pintura retrata um dos moinhos de vento de Montmartre em uma época em que o local era apenas uma vila na periferia do Norte de Paris. A autenticidade do trabalho foi confirmada pelo Museu Van Gogh, de Amsterdã.

Van Gogh se mudou de Paris para o Sul da França em 1888 e morreu no país em julho de 1890.