Piqué e Alba devem puxar fila no Barcelona após fracasso na UCL

Gerard Piqué e Jordi Alba estão na mira do Barcelona após eliminação na Liga dos Campeões. Foto: Jose Breton/Pics Action/NurPhoto via Getty Images
Gerard Piqué e Jordi Alba estão na mira do Barcelona após eliminação na Liga dos Campeões. Foto: Jose Breton/Pics Action/NurPhoto via Getty Images

A eliminação da Liga dos Campeões atingiu profundamente os bastidores do Barcelona. O fato de não avançar para as oitavas de final da competição obriga o clube catalão a reorganizar o seu plano económico para o resto da temporada.

O vice-presidente econômico do clube, Eduard Romeu, havia previsto que eles esperavam vencer a La Liga e chegar às quartas de final na competição continental. Com a ida antecipada para a Liga Europa, decidiram não deixar passar nem 24 horas para tomar decisões drásticas.

Leia também:

De acordo com relatos da mídia espanhola, a direção do time culé contatou Jordi Alba e Gerard Piqué para negociar uma saída do clube em janeiro. O objetivo da saída dos medalhões seria diminuir a folha salarial, um dos principais problemas financeiros que abalam os blaugrana há alguns anos.

Tanto o zagueiro quanto o lateral-esquerdo não são titulares absolutos no time de Xavi, treinador do clube que foi companheiro de ambos e com quem alcançou um grande número de sucessos com o Barcelona.

Além disso, com suas saídas, o Barcelona economizaria uma fortuna: Piqué ainda tinha que arrecadar 80 milhões de euros e Alba 65 do que restava de seu contrato: 145 milhões de euros no total (cerca de 770 milhões de reais pela cotação atual).

Dentro do clube, eles esperam chegar a um acordo mútuo nas próximas semanas para fechar a negociação. Os diretores esperam acertar rapidamente com o zagueiro, que afirmou que não seria um obstáculo no futuro culé. Enquanto isso, o ex-Valência será mais difícil, pois não tem interesse em deixar a instituição em que chegou em 2012.