PIS: parcela de R$ 1.212 é liberada para saque

Quem tem direito pode receber as parcelas do PIS pela Caixa Econômica Federal – uma vez que o benefício é destinado ao setor privado (Getty Creative)
Quem tem direito pode receber as parcelas do PIS pela Caixa Econômica Federal – uma vez que o benefício é destinado ao setor privado (Getty Creative)
  • Mais de 480 mil trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial

  • Para identificar o valor exato a receber, basta dividir o salário mínimo atual pelo número de meses meses e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados

  • Saques seguem disponíveis até 29 de dezembro

Apesar do PIS 2022 ter sido pago entre fevereiro e março, mais de 480 mil trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

O valor máximo que o trabalhador poderá receber do PIS/Pasep é de um salário mínimo - que hoje corresponde a R$ 1.212. No entanto, isso só acontecerá se o contribuinte tiver exercido atividade dentro dos critérios do benefício pelos 12 meses do ano-base. Ou seja, se trabalhou menos, receberá o valor proporcional. Para identificar o valor exato a receber, basta dividir o salário mínimo atual pelo número de meses meses e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados. Os saques seguem disponíveis até 29 de dezembro.

Como saber se tenho direito ao PIS/Pasep?

Conforme divulgado pelo G1, para retirar o benefício, é necessário:

  • Ter recebido por pelo menos 30 dias de trabalho em 2020

  • Ter trabalhado com carteira assinada em 2020

  • Ter recebido até no máximo dois salários mínimos mensais em 2020

  • Atualização dos dados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) por parte do empregador

  • Estar inscrito no PIS-Pasep há pelo menos 5 anos

Entretanto, não têm direito ao abono os trabalhadores: domésticos, rurais empregados por pessoas físicas, urbanos empregados por pessoas físicas, empregados por pessoas físicas equiparadas a jurídicas.

Quem tem direito pode receber as parcelas do PIS pela Caixa Econômica Federal – uma vez que o benefício é destinado ao setor privado. Todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07, pelo site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/ ou via app Caixa Trabalhador.

Quanto recebo?

O valor varia de R$ 101 – quantia recebida por quem trabalhou apenas um mês – a R$ 1.212 – valor do atual salário mínimo, pago a quem trabalhou ao longo dos 12 meses.

Confira abaixo a relação entre meses trabalhados e valores do benefício:

  • 1 mês trabalhado – R$ 101

  • 2 meses trabalhados - R$ 202

  • 3 meses trabalhados - R$ 303

  • 4 meses trabalhados - R$ 404

  • 5 meses trabalhados - R$ 505

  • 6 meses trabalhados - R$ 606

  • 7 meses trabalhados - R$ 707

  • 8 meses trabalhados - R$ 808

  • 9 meses trabalhados - R$ 909

  • 10 meses trabalhados - R$ 1.010

  • 11 meses trabalhados - R$ 1.111

  • 12 meses trabalhados - R$ 1.212