Pit bull é agredido e enterrado vivo no interior de São Paulo

Um cão da raça pit bull conseguiu sobreviver após ser espancado por um grupo de jovens e enterrado vivo no bairro São Conrado, em Sorocaba, interior de São Paulo.  O caso aconteceu no  sábado (09).

Leia também:
Menina desaparecida sobrevive ao frio abraçada com seu cão na Polônia
Blog: O trote do cachorro invisível
Bravo, o cão que "conhece" os segredos do Pentágono

De acordo com testemunhas, os agressores enterraram o animal acreditando que ele estava morto.  Mas o cão conseguiu escapar cerca de quatro horas depois e foi encontrado por uma mulher que mora próximo ao local. Ela pediu ajuda à veterinária Carolina Guitierres Pellizzer, que o levou a uma clínica.

Segundo ela, o fato da terra estar molhada em função da chuva pode ter contribuído para que ele escapasse. “Ele deve ter sentido a água da chuva, quando começou a tentar sair da cova. A forma como ele conseguiu é um mistério, já que ele estava gravemente ferido na cabeça”, explicou em entrevista ao G1.

Na clínica, o cão foi batizado "Highlander”.  Até o momento, os suspeitos não foram encontrados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos