PL buscará doações para salário de Bolsonaro

Ex-presidente não deve contar com o salário até retornar dos Estados Unidos.

Jair Bolsonaro (Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)
Jair Bolsonaro (Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)
  • Jair Bolsonaro deve receber um salário de seu partido, o PL;

  • A legenda deve recorrer a doações para cumprir o combinado;

  • Ex-presidente não deve contar com o salário até retornar dos Estados Unidos.

O PL, partido de Jair Bolsonaro, deve recorrer a doações pagar pagar o salário de R$ 39 mil ao ex-presidente. A legenda entregou o cargo de honra ao ex-chefe do Executivo.

Aliados de Valdemar Costa Neto, presidente do PL, afirmam que isso deve acontecer para evitar o uso de recursos públicos, uma vez que a sigla está com os recursos bloqueados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) após receber uma multa de quase R$ 23 milhões por tentar anular votos do segundo turno das eleições.

Bolsonaro embarcou para Orlando, nos Estados Unidos, na tarde da última sexta-feira (30), em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira). O ex-presidente está hospedado na casa do ex-lutador de MMA José Aldo.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, um interlocutor do PL disse que como o ex-presidente ainda não assumiu o novo "emprego", não há previsão sobre os recursos.

Já outra pessoa do partido ponderou que Bolsonaro pode atuar a distância, fazendo lives e participando de evento virtuais, por exemplo.

Condição

Conforme divulgou o jornal O Globo, o ex-presidente não poderá contar com o salário que vai receber do seu partido até retornar dos Estados Unidos. Michelle Bolsonaro também não terá direito ao pagamento no período em que estiver fora com o marido.

Segundo aliados de Bolsonaro, ele pretende ficar por três meses nos Estados Unidos, mas até o momento nenhuma informação oficial foi divulgada sobre o regresso ou objetivos do ex-presidente no país.

Valdemar Costa Neto chegou a ser cobrado por membros da sigla sobre a condição de Bolsonaro e disse que o pagamento só será feito após o retorno do capitão.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?