Placa em homenagem a Artur Xexéo tem parafusos furtados uma semana após inauguração

·1 minuto de leitura

RIO — Inaugurada há uma semana, a obra em homenagem ao jornalista Artur Xexéo, no Bairro Peixoto, já foi vandalizada. Nesta segunda, vizinhos perceberam que dois parafusos, que prendem a placa com a sua biografia, foram furtados, e a prefeitura já foi ao local para providenciar a reposição. Segundo a Secretaria municipal de Conservação, a placa não foi danificada.

A placa fica na Praça Edmundo Bittencourt, no bairro Peixoto, onde Xexéo, falecido em junho, morou grande parte de sua vida, e foi inaugurada no último dia 25 de setembro, numa cerimônia que contou com a presença do prefeito Eduardo Paes. A obra traz uma pintura do rosto de Xexéo, além de um texto informativo sobre sua biografia, e quatro parafusos prendem a placa. Dois deles foram furtados e um terceiro aparentava estar solto.

O presidente da Associação de Moradores de Copacabana, Horácio Magalhães, afirmou que, no dia da inauguração, já teria alertado à prefeitura sobre a necessidade da placa ter sido presa de forma mais segura, a fim de evitar roubos.

— Eu alertei que a placa teria de ser concretada na base e não aparafusada, para não facilitar o furto. Estão furtando de tudo à noite no bairro, até hidrômetros e registro das caixas de incêndio dos condôminos. Normalmente, buscam mais peças de cobre — explicou Magalhães.

Na semana passada, por exemplo, a Associação também denunciou o furto de algumas das letras do nome da agência Colombo do Banco do Brasil, na esquina da Avenida Nossa Senhora de Copacabana com a Rua Barão de Ipanema.

Procurada, a Secretaria municipal de Conservação informou que fez vistoria na Praça Edmundo Bittencourt , "constatou que a placa não foi danificada e está providenciando a reposição dos parafusos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos