Placa homenageia jornalista Erika Sallum na ciclovia Rio Pinheiros

·2 min de leitura
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-05-2021 -  Ciclovia Novo Rio Pinheiros. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-05-2021 - Ciclovia Novo Rio Pinheiros. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador João Doria (PSDB) descerrou uma placa em homenagem a jornalista Erika Sallum, neste sábado (18), na ciclovia Rio Pinheiros (zona oeste de São Paulo). Ela escrevia o blog Ciclocosmo, na Folha de S.Paulo, era também editora da revista Go Outside e morreu em 14 de agosto, aos 45 anos, em decorrência de um câncer diagnosticado em 2016.

Erika era apaixonada pelo ciclismo. Logo após a morte dela, seu companheiro Caio Guatelli e amigos cicloativistas lançaram uma campanha, com carta aberta, para que a ciclovia Rio Pinheiros recebesse o nome da jornalista. A placa inaugurada neste sábado por Doria é uma homenagem, mas o nome da via para ciclistas mudará para Ciclovia São Paulo.

Repórter fotográfico, Guatelli assumiu o blog Ciclocosmo. Ele esteve presente ao evento neste sábado, ficou feliz pela lembrança, mas espera que o nome da jornalista esteja, de fato, relacionado a uma estrutura cicloviária dentro da cidade de São Paulo. "Como vamos corresponder ao pedido de tanta gente que assinou a carta aberta, querendo o nome dela lembrado na ciclovia?", questionou.

Segundo Guatelli, Doria levantou a possibilidade de dar o nome de Erika a alguma outra obra cicloviária, mas não quis falar qual. "Tem outras previstas para o interior, inclusive algumas ciclovias rodoviárias. Mas o trabalho da Erika era muito mais o de ligar a periferia ao centro da capital. Tinha também a pegada do ciclismo esportivo, mas era mais preocupada com a mobilidade urbana, a sustentabilidade", afirmou.

Um dos projetos que podem levar o nome da jornalista é o de uma possível ciclopassarela sobre o rio Pinheiros, uma obra que seria de responsabilidade da prefeitura da capital paulista e que depende de aprovação dos vereadores.

Durante o evento, Doria fez homenagens a Guatelli e Erika, mas não falou sobre a carta aberta que pediu que a ciclovia recebesse o nome da jornalista. "Você soube engrandecer a existência da sua esposa", disse para o repórter fotográfico.

Além da placa, o governador estadual entregou também a sonorização da ciclovia, com a BikeFM, voltada para a música brasileira das 6h à meia-noite, todos os dias. Também foi inaugurada a terceira fase da iluminação da estrutura cicloviária, no trecho entre as estações Granja Julieta e Santo Amaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos