Planetário do Rio de Janeiro tem programação para observar Superlua

O início da noite de hoje (14) vai trazer um presente que poderá ser acompanhado no Planetário do Rio de Janeiro, na Gávea, zona sul da cidade. É a Superlua, um fenômeno que ocorre toda vez que está mais próxima da Terra e ela vai parecer maior e mais brilhante. Para receber estudantes e pessoas interessadas em admirar o fenômeno, o Planetário preparou uma programação gratuita, a partir das 18h, para observação do céu. As dúvidas poderão ser esclarecidas por astrônomos que vão acompanhar a sessão.

“A Superlua acontece quando a Lua Cheia ou a Lua Nova coincidem com o perigeu, que é o ponto na órbita em que a Lua está mais próxima da Terra. Tudo o que está mais próximo, parece maior e mais brilhante. E isso é o que acontece com a Lua durante a superlua cheia”, comentou o astrônomo do Planetário, Leandro Guedes.

É justamente por causa da proximidade, que durante uma Superlua o satélite fica um pouco maior e um pouco mais brilhante do que ocorre com a Lua Cheia considerada normal. A diferença, no entanto, não pode ser percebida a olho nu. “É necessário fotografar a Lua antes e depois para se perceber a diferença de tamanho e de brilho”, informou.

Embora seja gratuita, a entrada no Planetário está sujeita à lotação do espaço. As 100 senhas para entrada serão distribuídas 30 minutos antes da abertura para a atividade. “A observação do céu depende das condições meteorológicas, e pode ser cancelada caso o tempo esteja nublado ou chuvoso”, destacou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos