Planeta passa a ter cinco oceanos, diz National Geographic Society

·2 minuto de leitura

RIO - A National Geographic Society, organização sem fins lucrativos fundada há 133 anos, anunciou que reconhecerá o corpo de água que circunda a Antártida como um oceano a parte, o quinto do planeta Terra. A organização, conhecida pelos seus canais de televisão e revistas, é referência em termos de produção cartográfica e anunciou a decisão no início dessa semana, no dia 8 de junho, quando se celebrou o Dia Mundial dos Oceanos.

— O Oceano Antártico há muito tempo já é reconhecido por cientistas, mas, como nunca existiu um acordo internacional nesse sentido, nunca tínhamos o reconhecido — disse Alex Tait, geógrafo da instituição no anúncio feito pela National Geographic Society.

De acordo com a organização, o que distinguiria o oceano Antártico dos demais seria, não seriam os continentes que o cercam, como acontece com os outros oceanos, mas sua correnteza, a Corrente Circumpolar Antártica. As águas da região são mais frias e ligeiramente menos salgadas dos que as ao norte. O reconhecimento dessa área como um oceano a parte está inserido em um esforço de chamar atenção para a necessidade de sua conservação frente as mudanças climáticas e a pesca predatória.

Agora, os mapas criados pela instituição, que são produzidos desde 1915 e usados em escolas ao redor do mundo, contarão com o quinto oceano. Muitos outros geógrafos e cientistas, no entanto, defendem que o Oceano Antártico é apenas prolongamento e encontro de outros corpos de água, como o Oceano Pacífico, o Atlântico e o Índico.

Em 2000, a Organização Hidrográfica Internacional propôs os limites do Oceano Antártico, mas nem todos os 93 países membros concordaram com a iniciativa.

— Acreditamos que um dos maiores impactos será do ponto de vista da educação. Os alunos aprendem informações sobre o mundo dos oceanos por meio de quais oceanos estão sendo estudados. Se não incluir o Oceano Antártico, eles não aprendem os detalhes dele e como ele é importante — disse Tait.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos