Planetas podem formar depósitos de diamantes, sugere pesquisa

Segundo pesquisa, há possibilidade de que depósitos de diamantes se formem em alguns planetas. Foto: NASA / JPL/ Handout / Reuters.
Segundo pesquisa, há possibilidade de que depósitos de diamantes se formem em alguns planetas. Foto: NASA / JPL/ Handout / Reuters.
  • Segundo estudo publicado na última sexta-feira, há a possibilidade de que alguns planetas possam formar depósitos de diamantes;

  • Cientistas usaram plástico para recriar condições de possível aparição de diamante em Urano e Netuno;

  • Pesquisadores levantaram hipótese de que pressões colossais transformaram hidrogênio e carbono em diamantes.

Estudo publicado pela revista Science Advances na última sexta-feira (2) sugere que alguns planetas podem gerar grandes depósitos de diamantes em todo o universo.

Para simular a criação dos cristais, cientistas usaram plástico para recriar as condições de possível aparição do material em Urano e Netuno.

A mistura química permitida pelo objeto possibilitou níveis de oxigênio que não estavam presentes em experimentos anteriores

Outras pesquisas sugeriam que os diamantes poderiam estar presentes na chuva e nos granizos das atmosferas dos planetas gigantes como Saturno.

Leia também:

Pesquisadores da Alemanha, da França e dos Estados Unidos ajeitaram experimentos anteriores utilizando um novo material, mais parecido com a química encontrada nos planetas: o plástico PET.

Desse modo, o substituto foi eletrocutado com um laser, para simular pressões atmosféricas similares aos dos planetas pretendidos.

Como efeito, os breves flashes de raios-X de alta intensidade possibilitaram a formação de nanodiamantes, muito pequenos para serem observados a olho nu.

A nova colaboração internacional descobriu dessa forma que a famosa ‘chuva de diamantes’ pode ser mais comum do que parece através da galáxia.

*Com informações da AFP.