Planos de saúde individuais terão reajuste negativo e percentual será conhecido nesta quinta, diz diretor da ANS

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA E RIO - Em sabatina no Senado, nesta quarta-feira, o diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Paulo Rebello, confirmou que o reajuste anual dos planos de saúde individuais será negativo, como informou o colunista Lauro Jardim.

Segundo Rebello, o índice de correção das mensalidades será divulgado nesta quinta-feira pela agência. Fontes ouvidas pelo GLOBO indicam que o cálculo da ANS é de uma redução de 8% nos contratos individuais, que são 20% do mercado. O reajuste não se aplica aos planos corporativos, contrados por empresas para seus funcionários.

O motivo do percentual negativo de reajuste - que na prática significará que as mensalidades ficarão mais baratas - foi a queda de 82% para 74% no uso de serviiços pelos usuários, de consultas a cirurgias, no ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos