Planos de saúde: Receita de operadoras cresce R$ 10 bi em 2021, mas lucro cai com maior uso por clientes

A receita dos planos de saúde cresceu, em 2021, R$ 10 bilhões em relação a 2020, R$ 239,9 bilhões contra R$ 229,9 bilhões, reflexo do acréscimo de quase dois milhões de consumidores a este mercado neste período. O crescimento foi impulsionado pela pandemia, na análise de especialistas.

Apesar do crescimento da receita, o lucro líquido do setor despencou de R$ 17,6 bilhões, em 2020, para R$ 2,6 bilhões no ano passado, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) nesta semana.

A queda abrupta da lucratividade está diretamente relacionado ao aumento do uso dos planos de saúde pelos clientes no último ano, após um período de represamento de consultas, exames e procedimentos inclusive cirúrgicos, durante o auge da pandemia em 2020.

A sinistralidade, o resultado da receita versus a despesa, subiu de 76,4% para 85,62%. Não à toa o resultado operacional das empresas do setor foi de quase R$ 1 bilhão negativo.

Maior ganho financeiro

O economista Carlos Ocké-Reis, da diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação e Infraestrutura do Ipea, pondera, no entanto, que uma análise exclusiva desses dados é insuficiente.

Ele ressalta a melhora do resultado financeiro das operadoras no mesmo período, de R$ 3,2 bi para R$ 4,5 bi, o que reforça, diz, a tendência de financeirização das empresas do setor.

Ocké-Reis avalia ainda que a queda vertiginosa da lucratividade e rentabilidade do setor tende a ser um movimento sazonal:

— O aumento dos custos vistos no ano passado, está diretamente ligado ao represamento do uso dos planos durante o período crítico da pandemia. Não é uma tendência, é uma fotografia daquele momento de retomada das atividades. No entanto, olhando o filme, o que se vê é um setor de alta lucratividade.

O economista analisou o desempenho econômico-financeiro das operadoras líderes de mercado de planos de saúde entre 2007 e 2019. Em nota técnica publicada pelo Ipea, demonstra que desde 2013 as empresas do setor acumulam bons resultados.

Procurada, a ANS informou que não faz a análise dos dados, apenas disponibiliza a informação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos