Planos de saúde registram o maior número de usuários desde maio de 2016

·1 minuto de leitura

RIO - O número de usuários de planos de saúde chegou a 48.413.620 em julho, o maior desde 2016, quando o setor somava 48.441.585 beneficiários nos contratos de assistência médico-hospitalar.

Os dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) têm apontado crescimentos constantse dos beneficiários do setor desde o início da pandemia de Covid-19.

Até o aparecimento do coronavírus o setor vinha amargando reduções frequentes. As crises econômicas do país têm reflexo direto neste mercado, já que cerca de 80% dos contratos do setor são empresariais.

Só em julho o crescimento apurado foi de 3,3% em relação ao mesmo período do ano passado, o que representa um incremento de 1.611.959 consumidores neste período.

Já os planos exclusivamente odontológicos, registram um aumento de 9,2% no mesmo período, um acréscimo de 2.563.879 beneficiários em um ano. Só entre junho e julho, o segmento teve um saldo positivo de 166.566 clientes.

Foram registrados aumentos em 23 unidades federativas. O maior aumento em números absolutos foi apurado nos estados de São Paulo, que somou em julho 17.577.936 cidadão vinculados a planos de saúde, Minas Gerais, que chegou a 5.346.557, e Paraná, com 2.935.827.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos