Plataforma conecta pacientes a profissionais da saúde negros

·1 minuto de leitura
Arthur Lima e Igor Leo Rocha criaram a AfroSaúde (Foto: Divulgação/Marianna Calmon)
Arthur Lima e Igor Leo Rocha criaram a AfroSaúde (Foto: Divulgação/Marianna Calmon)
  • Startup foi criada por uma parceria entre cirurgião-dentista e um jornalista

  • A Afrosaúde foi selecionada pelo Google para receber o aporte financeiro do Black Founders Fund

  • Empreendedores pretendem viabilizar 3.000 mil consultas por mês

Pensando em ajudar pessoas negras que queriam fugir da discriminação nos consultórios médicos, o cirurgião-dentista Arthur Lima e o jornalista Igor Leo Rocha decidiram fundar a AfroSaúde, uma startup que tem como objetivo conectar os profissionais negros dá área da saúde aos pacientes.

Leia também:

“Percebemos que poderíamos transformar essa dor em uma solução. Afinal, essas semelhanças contribuem para um tratamento mais assertivo”, disse Arthur em uma entrevista concedida à revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

A startup ganhou visibilidade após participar do evento Sebrae Like a Boss. Durante a capacitação, os empreendedores contaram com a ajuda de mentores para planejar o plano de negócios.

Após um período de desenvolvimento da ideia, o projeto da AfroSaúde foi pausado brevemente para dar lugar a uma central telefônica de orientação contra a covid-19 focada em pessoas negras, que viviam na periferia de Salvador.

Em janeiro de 2021 o projeto foi selecionado pelo Google para receber um investimento do fundo Black Founders Fund. O aporte tem sido utilizado desde março para aperfeiçoar a ideia.

Segundo os criadores, a meta é chegar a até 3.000 consultas por mês, aumentando a tecnologia da plataforma através do uso de inteligência artificial.

Com informações da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos