Plataforma identifica uso de robôs para tentar transformar discurso de Bolsonaro na ONU em sucesso

·1 minuto de leitura

Em meio a má repercussão internacional do discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na abertura da Assembleia Geral da ONU, considerado radical e repleto de distorções, a militância digital bolsonarista vem tentando reverter o jogo nas redes sociais. Com uso de robôs para gerar engajamento artificial no Twitter e de hashtags em inglês, perfis de apoiadores do presidente se esforçam para passar a imagem de que o discurso foi um sucesso.

A plataforma BotSentinel, serviço que identifica contas administradas por robôs no Twitter, identificou pelo menos 75 perfis inautênticos usando a tag “#BOLSONAROHEROINACIONAL”.

Aproveitando a visibilidade internacional em cima do presidente, muitos perfis vem usando também a tag “#iSupportBolsonaro”, que está entre o assuntos mais comentados no Twitter nesta quarta-feira.

Na abertura do evento em Nova York, tradicionalmente feita pelo Brasil, Bolsonaro defendeu o tratamento precoce para Covid-19 — contrariando as orientações científicas —, criticou o passaporte sanitário e disse que o Brasil estava à beira do socialismo.

Ele também citou dados distorcidos sobre o desmatamento, que cresce em seu governo, e fez alegações infundadas sobre o enfrentamento da pandemia pelos governos estaduais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos