Pleuroscopia: entenda o procedimento realizado por Paulo Gustavo

Ana Beatriz Moda
·2 minuto de leitura

A pleuroscopia, procedimento realizado pelo ator Paulo Gustavo no último sábado, serve para a equipe médica ter uma melhor compreensão da situação dos pulmões do paciente. O comediante está internado desde o dia 13 de março e, segundo boletim médico divulgado nesta segunda-feira, apresentou melhora no quadro de Covid-19. O ator segue entubado na unidade de terapia intensiva (UTI), utilizando ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), na tentativa de melhorar o funcionamento dos pulmões.

Marcio O. Lucas, cirurgião de tórax da Americas Medical City e Oncoclinicas, explica que a principal função da pleuroscopia é diagnóstica, e não terapêutica, embora possa, em alguns casos, ajudar no tratamento. Neste exame, uma câmera é inserida, com auxílio de fibra óptica, entre os dois arcos costais para permitir a análise da cavidade pleural. A pleura, por sua vez, é a membrana que reveste o tórax e os pulmões.

— A pleuroscopia é um procedimento cirúrgico torácico. Tem por objetivo o estudo do espaço pleural. Pode ter função meramente diagnóstica e, em alguns casos, terapêutica também. — esclarece o especialista.

O ECMO, que realiza uma espécie de respiração extracorpórea, pode comprometer a pleura dos pacientes, justificando a necessidade da pleuroscopia, ainda que seja um procedimento invasivo. É o que explica o cirurgião:

— Algumas circunstâncias podem comprometer a pleura em pacientes em ECMO. Derrames Pleurais, fístulas broncopleurais, e infecção. Qualquer uma destas condições pode indicar a realização de uma Pleuroscopia.

Durante o exame, foi identificada, segundo o boletim emitido pela assessoria, uma fístula broncopleural, uma comunicação anormal entre os brônquios e a pleura que ocasiona uma passagem de ar incorreta. Essa fístula, entretanto, já foi corrigida.

O ator, apesar da melhora, ainda segue em estado grave e sem previsão de alta. Segundo o Marcio, a pleuroscopia pode ajudar no tratamento.

— A análise das chances de recuperação é multifatorial. A pleuroscopia certamente ajuda a melhorar o prognóstico, seja por fornecer informações diagnósticas ou por propiciar tratamento de situações instaladas conforme mencionamos acima.— explica.