PM é morto em confronto com traficantes no Complexo do Alemão

Um policial militar morreu após ser baleado no pescoço durante confronto com traficantes do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, na manhã desta quinta-feira (21). Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos. Um segundo agente também teria sido atingido por um disparo no pé, mas não corre risco de morrer. Dois suspeitos também morreram.

No local acontece uma ação da PM em conjunto com a Polícia Civil para combater o roubo de veículos, de carga e a bancos. Os agentes também atuam nas comunidades do Juramento e Juramentinho, nos bairros de Vicente de Carvalho e Tomás Coelho.

Dois suspeitos também morreram. Com eles, foram apreendidos dois fuzis. Nas redes sociais há relatos de que criminosos estariam atrapalhando o trabalho da polícia colocando fogo em barricadas e jogando óleo na via. Há pelo menos 400 policiais participando da operação.

Moradores relatam que a situação é tensa na região. Há pessoas tentando se esconder dentro de casa para fugir de disparos:

"Tô falando com a minha mãe, ela disse que se escondeu no meu antigo quarto (cômodo mais seguro da casa) e tá rezando pra ninguém tentar entrar lá. E eu tô aqui em casa desesperada enquanto ela demora a me responder", escreveu uma moradora da comunidade no Twitter.

Na mesma rede, uma outra moradora disse que a casa da mãe foi atingida por disparos e que não é possível deixar o imóvel devido ao conflito, que segue desde o início desta manhã.

"Essa guerra não é nossa. Minha mãe está com a casa toda furada de tiro e presa lá dentro sem poder sair. Nós do Complexo do Alemão só queremos paz", destacou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos