PM e Conmebol vetam bandeiras do Flamengo contra o Vélez por incitação à violência

·1 minuto de leitura

Três bandeiras colocadas por torcidas organizadas do Flamengo foram retiradas do Maracanã nesta quarta-feira, véspera do confronto com o Vélez, pela Libertadores, a pedido da Polícia Militar.

O motivo é que as imagens foram consideradas incitação à violência. Em uma das bandeiras, foi reproduzido o lance da briga entre Romário e um jogador do Vélez, na vitória rubro-negra por 3 a 0 no torneio de 1982.

A Conmebol recebeu a solicitação do comandante do Batalhão Especial de Policiamento em Estádios na reunião de segurança que antecede a partida. A entidade acatou o pedido.

Apesar de uma das bandeiras lembrar o drible do jogador Rodrigo Mendes, chegou-se a um acordo para retirar todas, pois trata-se de uma sequência de cenas.

Vale lembrar que o estatuto do torcedor veta qualquer alusão à violência nos estádios, mesmo sem público. As torcidas do Flamengo tentaram reverter, em vão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos