PM é preso suspeito de atirar contra jovem em show de Henrique e Juliano

PM foi preso depois de balear jovem durante show de Henrique e Juliano em Goiânia, neste domingo (5). Foto: Reprodução/Instagram
PM foi preso depois de balear jovem durante show de Henrique e Juliano em Goiânia, neste domingo (5). Foto: Reprodução/Instagram
  • Policial assinou termo de responsabilidade para entrar armado em evento

  • Vítima está internada em estado grave

  • PM foi preso nesta segunda-feira

O suspeito de atirar no jovem Francis Junio Riveiro, de 27 anos, durante um show da dupla sertaneja Henrique e Juliano neste domingo (5), em Goiânia, foi identificado e preso nesta segunda-feira (6). O suspeito é um policial militar.

A Polícia Militar emitiu uma nota afirmando que o soldado foi encaminhado à central da Polícia Civil e que um processo administrativo foi aberto para investigar o caso. "A corporação esclarece que não compactua com qualquer desvio de conduta praticado por seus membros e que o caso será apurado com o rigor devido".

O jovem segue internado em estado grave no Hospital de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). As informações são do portal G1.

A assessoria do evento, que ocorreu no Estádio Serra Dourada, lamentou a situação em nota e afirma estar dando apoio à família da vítima. Ainda segundo a nota, o policial assinou um termo de responsabilidade para poder entrar armado no estádio.

Segundo relatos, a vítima e o policial trocaram empurrões. Em seguida, o suspeito teria sacado uma arma e atirado três vezes contra o jovem.

Francis estava acompanhado de sua irmã, Lidiany Ribeiro Amorim, e outros familiares e amigos. Lidiany contou ao portal G1 que a confusão começou pouco antes do show terminar, quando seu irmão decidiu ir embora, a menos de 100 metros de onde o grupo estava.

“Meu irmão esbarrou em uma pessoa porque estava muito cheio. Esse homem empurrou meu irmão de volta, que revidou. Uma das meninas que estava com ele disse que se virou e foi a hora que viu o homem atirando no Francis”, afirmou.

A irmã conta que teve uma crise de pânico ao ver Francis ensanguentado: “Meu irmão ainda pediu para eu ter calma”.

Agora, a família questiona o por que foi autorizado que alguém entrasse com uma arma no local. “Era para ser um dia de diversão e acontece uma coisa dessas onde você acha que está seguro”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos