PM entra em confronto com invasores de conjunto habitacional em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar de São Paulo entrou em confronto neste domingo (3) com invasores de um conjunto habitacional no Itaim Paulista, zona leste da capital paulista.

A PM foi acionada no sábado (2) à noite depois que aproximadamente mil pessoas invadiram o condomínio e renderam os vigilantes que faziam a segurança do local.

Na manhã deste domingo, a Guarda Civil Metropolitana foi ao conjunto habitacional para tentar negociar a desocupação, mas sem sucesso. À tarde, a PM entrou em ação e retirou os ocupantes com o uso de bombas de efeito moral.

Imagens aéreas feitas pela GloboNews mostraram pessoas depredando com pedaços de pau o condomínio no momento em que a polícia tentava cercar a área para conter os invasores. Em algumas unidades do andar térreo, os ocupantes atearam fogo nas dependências internas dos edifícios.

O Conjunto Habitacional Residencial Osório C e D, anunciado em 2018 pelo Governo do Estado, está praticamente pronto para ser habitado, mas os apartamentos ainda não foram entregues às famílias.

Em setembro do ano passado, a Secretaria Municipal de Habitação realizou evento para que as famílias pudessem escolher uma das unidades no conjunto habitacional. A data inicial para entrega dos primeiros apartamentos aos novos habitantes era novembro de 2019, a segunda parte até o fim de 2020.

Cada unidade habitacional tem 47 m² e dois dormitórios. Ao todo, os quatro condomínios construídos no local somam 965 unidades.