PM mata irmã e é presa pelo próprio marido policial no RJ

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Uma policial militar foi presa neste sábado (2) em São Gonçalo (RJ) sob suspeita de ter matado a própria irmã num posto de gasolina. Ela foi presa pelo próprio marido, que também é agente da corporação.

De acordo com testemunhas, as duas as irmãs, Rhaillayne e Rayana Oliveira de Mello discutiram por volta das 8h antes dos disparos.

"Elas vieram aqui da outra rua, onde tem vários bares, e elas já estavam discutindo lá. Aqui tem um banheiro e elas vieram aqui para esse banheiro e começaram a discutir, até que aconteceu esse fato lamentável. Só escutei o barulho, muito, muito tiro", disse Josiane Silva, atendente do posto, à TV Globo.

Rhaillayne é policial militar lotada no 7º Batalhão da PM, que atua na cidade. Ele foi presa pelo próprio marido, cujo nome não foi divulgado, que também é PM.

"A arma de fogo usada pela policial foi apreendida. A Corregedoria Geral da Corporação acompanha o caso através da 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (4ªDPJM)", afirmou a PM, em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos