PMs afirmam ter atirado sete vezes com fuzis em ação que matou Kathlen Romeu

·2 minuto de leitura
Kathlen Romeu morreu baleada em comunidade na Zona Norte do RJ — Foto: Reprodução redes sociais
Kathlen Romeu morreu baleada em comunidade na Zona Norte do RJ — Foto: Reprodução redes sociais
  • Disparos foram feitos por dois agentes

  • Ação ocorreu na última terça-feira (8)

  • A jovem estava grávida e foi atingida no tórax

Policiais que estiveram na ação no Complexo do Lins, no Rio de Janeiro, que culminou na morte da modelo Kathlen Romeu, 24, na última terça-feira (8), disseram ter dado sete tiros de fuzil.

A Polícia Civil investiga o caso e apreendeu 21 armas de policiais. Os agentes tentam entender de onde partiu o disparo que atingiu Kathlen, que estava grávida, no tórax. Segundo a mãe da jovem, Jaqueline de Oliveira Lopes, ela foi assassinada por um policial militar.

"Se a minha filha fosse morta por bandido eu não falaria nada com vocês porque eu sei que eu moro em um lugar que eu não poderia falar. Então ficaria na minha. Mas não foi. Foi a polícia que matou a minha filha. Foi a PM que tirou a minha vida, o meu sonho", contou Jaqueline.

Leia também

A polícia negou a versão da mãe da vítima. De acordo com a PM, uma guarnição da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), onde estavam quatro agentes, foi atacada por criminosos e revidou.

Quando começou a troca de tiros, Kathlen se encontrava em um dos acesso à comunidade, de onde havia saído no mês anterior por medo da violência. Ela estava lá para visitar a avó, Sayonara Fátima.

O cabo Marcos Felipe da Silva Salviano relatou à Polícia Civil que atirou cinco vezes com seu fuzil, enquanto seu colega cabo Rodriguo Correia de Frias disparou duas. Estas informações estão na ocorrência da própria PM e no depoimento que os agentes deram na delegacia.

De acordo com Salviano, havia outras equipes da UPP na ação, mas não soube dizer se eles deram tiros.

As munições dos disparos foram recolhidas do lugar, de acordo com uma reportagem do jornal O Globo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos