PMs mortos em operação na Baixada serão enterrados nesta terça à tarde

Os dois policiais militares mortos em uma operação no Complexo da Mangueirinha, em Caxias, na Baixada Fluminense, na segunda-feira, serão enterrados na tarde de hoje, no Cemitério Jardim da Saudade. O sepultamento do soldado Raphael Queles Teixeira Cardoso, de 34 anos, está marcado para as 14h15. O do Leandro dos Santos Lopes, de 36 anos, para 15h30. Com as mortes dos PMs, sobe para 49 o número de agentes de segurança mortos em ações violentas no Rio de Janeiro em 2022, segundo o Disque Denúncia. Trinta e três eram policiais militares, sendo que 12 foram mortos em serviço.

'Agressões': Gabriel Monteiro 'usou a arma como um brinquedo', diz delegado sobre investigação de estupro

Novos relatos: Mulher que acusa Gabriel Monteiro de estupro conta que recebeu tapa no rosto ao se negar a ficar com segurança do ex-vereador

O policiamento segue reforçado no local nesta terça-feira, com equipes do 15ºBPM (Duque de Caxias), com apoio do 3ºCPA e COE. A morte dos dois agentes é investigada pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que realiza diligências para solucionar o caso.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram surpreendidos a tiros por criminosos em um dos acessos à comunidade durante uma operação para coibir movimentações criminosas na região, incluindo relacionadas aos roubos de veículos e roubos de carga. Quando entraram em um dos acesso da comunidade, os criminosos fizeram disparos de arma de fogo contra as viaturas, sendo quatro policiais militares feridos em decorrência do ataque criminoso. Uma pessoa foi detida e foram apreendidos entorpecentes e uma pistola.

Caso Flordelis: filhos que ficaram contra ex-deputada prestam depoimento nesta terça em continuação de julgamento

Também houve confronto na localidade conhecida como Morro São Pedro. Por lá, um homem foi encontrado ferido. Com ele, foram apreendidos uma pistola, entorpecentes e um rádio comunicador.