PMs que cobraram propina de R$ 10 mil de homem flagrado com amante são demitidos, no MT

O Comando Geral da Polícia Militar do Mato Grosso demitiu nesta terça-feira o sargento Felisberto Silverio da Silva e o cabo Patrick Antônio Vanni, condenados em 2018 a uma pena de dois anos e quatro meses em regime aberto pelo crime de concussão, que trata do recebimento de vantagem indevida por agente público. Em 2011, a dupla havia flagrado, no município de Nova Canãa do Norte, um homem com uma amante e cobrado dele uma propina de R$ 10 mil.

Gleycy Correia: Saiba quem foi a ex-miss morta após ficar dois meses em coma

'A saudade será grande, meu amor': Amigos lamentam morte de ex-miss Gleycy Correia

Veja fotos: Como era por dentro do restaurante flutuante de Hong Kong que afundou na China

Como Silverio não está mais na ativa, ele sofrerá apenas com a perda da graduação e manterá o pagamento. Já Vanni, por ainda estar nas fileiras da PM do Mato Grosso, será expulso e retirado da folha de pagamento.

De acordo com o processo, em junho de 2011, a vítima deixava uma festa numa estância quando foi abordada pela viatura de Vanni e Silvério. O homem e a amante foram levados, em carros separados, para a delegacia. No trajeto, Vanni disse à vítima que ele e a mulher teriam cometido um crime ao "namorar em via pública".

O policial sugeriu ao homem que pagasse R$ 10 mil a ele, já que assim não teria de ter despesas com advogado e nem problemas com a sua mulher. A vítima assinou, então, um cheque no valor exigido pelo PM.

Segundo a sentença, apesar do pedido por dinheiro ter sido feito por Vanni, a conduta da dupla demonstra também a participação de Felisberto Silvério, pois "foi através de seus artifícios" ao conduzir a amante da vítima em um carro separado que o crime se consumou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos